segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Olá;

Tive a oportunidade de assistir a história de uma senhora catadora de lixo que conseguiu entrar na universidade federal pelo hábito de guardar e ler os livros que achava no lixo. Isso me faz refletir que apesar de todas as mazelas que possuímos é no mérito do indivíduo que consiste a verdadeira transformação do meio coletivo, sendo os “pacotes de bondades” vindos do Distrito Federal meros paliativos com a sua eficácia carimbada com uma data de validade...

Nenhum comentário: